quinta-feira, 3 de abril de 2008

Um post sentimental

Estava conversando com um amigo sobre as “desculpas mais usadas para se terminar um relacionamento, mesmo que não haja, aparentemente, nenhum motivo aparente”. A partir deste pressuposto, resolvi enumerar as três...

... piores desculpas esfarrapadas para se terminar um relacionamento sem nenhum motivo aparente:

O terceiro lugar vai para:
“Preciso de um tempo, estou confuso.”

Ta confuso, colega? Paga um analista!
Quem nunca ouviu, ou deu, essa desculpa? As pessoas acham que o coitado do tempo é sinônimo de solução. Não estou dizendo que não seja, é sim, uma solução a longo prazo, logo, não é viável para o presente. Esse artifício é usado para manter uma pessoa “presa” a um relacionamento, digamos, sem futuro. A grosso modo, desculpas assim são para te fazer sentir um step.

Em segundo:
“Conheci uma outra pessoa.”
Não existe coisa mais eficaz para baixar a auto-estima do que uma “outra pessoa”, existe? Não, não existe. Não tem coisa pior do que ser trocado por outra pessoa, até porque, se você foi trocado é porque a outra (ou o outro) é bem melhor que você. Ai você, o trocado, pira o cabeção e começa a surtar, tentando descobrir em que, especificamente, o que o outro tem de melhor.

E óbvio, a primeira colocada é:
“O problema não é você, sou eu!”
E pode ter certeza: o problema é você, não ele!
Mais clássica que essa, impossível! Essa é dada para aqueles que querem sair de bonzinhos no final, do tipo que assumem toda a responsabilidade do fracasso da relação.
Ora, francamente! Agora, se o problema realmente é você, procure ajuda, meu bem!


Resumo da ópera:
Independente de haver ou não um motivo, se for pra terminar, termine dizendo a verdade. Ela pode até ferir, mas de algum jeito, sem dúvida, será a melhor das “desculpas”. Ah, e são por pessoas assim que terapeutas, analistas, psicólogos e psicanalistas fazem a festa. Aff!


PS: Ao contrário do que possa parecer, não estou revoltada com nada não, inclusive to num momento muito bom! hehehehe
PPS: Sim, fui muito bem de aniversário, obrigada! Completei 21 anos firme e forte, embora ainda não achei nenhuma vantagem de se ter 21 anos, mas enfim.
PPPS: Aliás, não muito "firme e forte", porque em menos de 15 dias me estabaquei no chão duas vezes, mas isso é assunto para o próximo post, ou não.

3 comentários:

Lucas Peths disse...

A verdade, com certeza, é a melhor escolha... Deveria ser a única, né? O fato é que o amor machuca, sempre, independente de tudo. Mas enfim.

E coloque gelo nesse joelho, Babih. Beijo!!

Dan disse...

Olá pessoa que não tem acesso a um global de luxo. Meu Deus. Tudo bem não églobal mais é TV Brasil. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
gente que merda.

Fellipe disse...

A verdade é sempre o mais correto, mas... as vezes é complicado né. Machuca. Mas achei legal o seu post. Falou a psicóloga BÁRBARA RIOLINO. kkkkkkkk !!! Com relação aos "tombos"... cuidado minha querida. Como vc mesma disse: "andar de ônibus pode ser uma experiência perigosa" hahahahahaha !!! Mas esse joelho já melhorou, né ?!? Depois do "sacrificio" no jogo do Tupi, tenho certeza q melhorou. hehe !!! bjão !!!